75% das pessoas que prestam a prova da OAB são reprovadas.

Para você não fazer parte deste mostruoso número, você precisa saber como estudar e se preparar da melhor maneira possível.

O que vou te passar aqui hoje são técnicas simples e extremamente eficientes para que você possa passar na prova com folga e tranquilidade.

Somente o fato de você saber dessas técnicas já te faz estar na frente de pelo menos metade dos candidatos.

Então, vamos aos tópicos!

1) Você não precisa estudar as 17 matérias.

Pode não fazer sentido para quem está lendo agora, mas isso deveria ser tão óbvio que eu preciso deixar claro aqui e explicar o porquê.

Imagine que você tem um certo tempo para se preparar para a prova e que você divida esse tempo e a sua energia estudando longas 17 matérias para a prova.

O resultado disto é que você estudaria mal todas elas e não conseguiria se dar bem em nenhuma.

“Mas se eu não vou estudar todas as matérias, quantas e quais eu estudo?”

Nove. Ética, Constitucional, Civil, Processo Civil, Trabalho, Processo do Trabalho, Penal, Processo Penal e Administrativo.

Essas matérias somadas correspondem a 72,5% da prova.

Estudar somente estas matérias é a base da minha filosofia de trabalho.

Além disso, é óbvio que você não vai zerar as outras matérias. De um jeito ou de outro você já as viu na faculdade e tem uma noção de como elas são cobradas na prática.

2) Mapeie as provas anteriores.

A banca adora repetir temas e tipos específicos de questões, e você não pode deixar passar essa oportunidade de mapear o que estudar.

Saiba o que é mais cobrado em cada uma das matérias que você vai estudar, isso te dá uma vantagem absurda na hora da prova.

3) Faça a OAB logo que possível.

Você pode dar mil e um motivos para não querer fazer a prova o quanto antes, mas isso te faz se livrar de um peso enorme que você carrega a faculdade inteira.

Além disso, sempre pense em fazer o mais difícil antes, assim você se livra e pode pensar em outras coisas.

“Tá bom, entendi esses 3 pontos. Mas como eu aplico isso nos meus estudos?”

Fazendo somente duas coisas: Lei Seca e resolução de questões enteriores.

E por que isso? Por que não ver vídeoaulas?

Simples: porque você precisa beber direto da fonte. 80% das questões são textos puros da lei, então não faz sentido ficar vendo um monte de vídeo em vez de estudar pela fonte.

Entendeu? Ficou alguma dúvida?

Só para resumir então: estude apenas 9 das 17 matérias, saiba os temas mais cobrados em cada uma das matérias, faça a OAB logo que possível e estude apenas com Lei Seca e resolução de questões.

Eu falei disso de uma forma um pouco mais aprofundada em um vídeo que está no meu canal do Youtube. Clique no vídeo abaixo para assistí-lo aqui mesmo nesta página:

Agora eu quero saber de você. Já sabia dessas dicas? Você já aplicava? Gostaria de contribuir com alguma coisa? Me conta aqui embaixo nos comentários.

Um abraço e até a próxima, Amanda.

Autor: Ah! manda Direito

Notícias relacionadas
Comentários